Confira os destaques da nossa Reunião Plenária de Setembro



Durante os informes, destacou-se que a FGM agora faz parte da Câmara Técnica Setorial de Alambique MG. Como nossa representante, teremos a Ana Villas, que irá contribuir para o fortalecimento da Gastronomia de Minas Gerais em mais essa frente de trabalho. A novidade foi anunciada em comemoração ao dia da cachaça, celebrado no dia 13 de setembro.


Ana Gabriela Baeta, representando a Belotur, apresentou o e-book enviado à UNESCO para a candidatura de Belo Horizonte, que concorre ao título de cidade criativa da gastronomia. Ela ainda salientou a diversidade da nossa cidade, que reúne pessoas de todas as regiões de Minas Gerais, o que contribuiu para que a nossa gastronomia se tornasse muito rica. “Minas Gerais é o único estado do Brasil que reconhece a gastronomia como cultura”, destacou Ana Gabriela. Segundo ela, antes de ser cidade, Belo Horizonte era fazenda e hoje possui mais de 100 territórios produtivos. O e-book explorou uma narrativa que contemplasse a história da cidade de dentro, acompanhando os marcos históricos do estado. Além disso, ainda foram destacados pontos importantes sobre a alimentação na cidade, como o restaurante popular, que serve cerca de 10 mil refeições por dia, o banco de alimentos que redistribui 200 toneladas de alimentos que não têm valor comercial para entidades carentes e os territórios agroecológicos da cidade. Ao final da apresentação, uma última e importante notícia: o Slow Food nacional irá apoiar a nossa candidatura! É fundamental que todos estejamos engajados nessa campanha!


Rayana Almeida, da UMAMI - Comunicação em Gastronomia, apresentou o novo site da FGM desenvolvido pela empresa, que é parceira da Frente. Segundo Rayana, o intuito foi tornar o site mais atrativo visualmente e intuitivo para quem for acessar. O presentes sugeriram mudanças, entre elas a inserção de novos parceiros, de fotos de mais setores da gastronomia e a adição de uma área comercial com propagandas dos membros.


Eraldo de Oliveira apresentou o evento gastronômico “Receitas de Família”, que acontece há três anos e este ano foi realizado entre os dias 14 e 15 de setembro. A proposta é resgatar receitas dos cadernos das quitandeiras de congonhas, famosas em todo o estado. O festival acontece na Praça Senador Ribeiro, na cidade de Congonhas. No ano passado o evento contou com cerca de 2000 turistas, esgotando as vagas de todos os hotéis e pousadas da cidade.


O quarto tema da reunião foi o Cachaciê, apresentado pela Ana Laura Guimarães, que falou sobre a importância da bebida, considerada o ouro líquido, para o nosso estado. O Cachaciê é um app e um portal criados para informar e orientar os usuários sobre a cachaça, tanto as industriais como as artesanais. Ana destacou que Minas Gerais tem muitos cachaças boas, que resultaram em nossa fama internacional. Ao final, houve uma degustação das seguintes bebidas: Batista (armazenada em carvalho), Famosinha (armazenada em amburana), Maria das Tranças (armazenada em carvalho francês) e Bem Me Quer (do tipo prata).


Para fechar a reunião com chave de ouro os presentes puderam degustar os produtos da Dona Onça!

10 visualizações