Um ciclo que se fecha

Conteúdo originalmente publicado no jornal Hoje Em Dia


Em julho de 2000, já à frente do Maria das Tranças, resolvi fazer uma comemoração de aniversário do restaurante, que naquela época chegava ao meio século de vida. Durante o processo de elaboração do evento, decidi procurar a ABRASEL com o intuito de convidar alguns colegas do segmento de alimentação fora do lar. Mal sabia eu que esse networking resultaria no convite, em plena festa, para assumir a diretoria de promoções e eventos da entidade. Entidade essa que se tornou minha segunda casa.

Como, definitivamente, adoro desafios e estou sempre em busca do novo, aceitei prontamente a oferta. A partir de então dei início a uma longa história de duas décadas com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais.

Durante esses 20 anos sempre fui confiado aos cargos de diretoria. Depois de comandar o setor de promoções e eventos, tornei-me vice-presidente nas gestões de Roberto Noronha (2002-2007), Paulo Nonaka (2007-2011) e Fernando Júnior (2014-2017). Porém este último renunciou na metade de seu mandato e com isso terminei o triênio 14-17 como presidente. Em 2017 ganhei as eleições do Conselho Fiscal e Administrativo e tive a oportunidade de desenvolver uma gestão inteiramente minha, que chega ao fim juntamente com o mês de outubro.

É impossível fazer um balanço preciso deste período. Foram inúmeras as demandas, inúmeros os desafios, mas incontáveis também as conquistas, entre elas conectar, por meio de parcerias, todo o trade de alimentação, incluindo pessoas e entidades, e fortalecer ainda mais esse setor essencial para a nossa economia.

O crescimento do número de associados nos últimos três anos é outro legado que deixo, além de ser um termômetro de que as pessoas e empresas estão cada vez mais confiantes no trabalho da ABRASEL.

Não posso esquecer de destacar também o título de Cidade Criativa da Gastronomia para Belo Horizonte, no apagar das luzes de 2019, no qual tivemos participação importante na construção do dossiê enviado à UNESCO. Pena que, por conta da pandemia, não pudemos saboreá-lo como, de fato, gostaríamos.

Como nessa vida nada se constrói sozinho, deixo aqui a minha enorme gratidão e respeito a toda minha família, equipe de colaboradores, associados e conselheiros que estiveram comigo nessa jornada, bem como àqueles com os quais aprendi. Se cresci ao longo desses anos, devo isso às eternas referências de profissionalismo e ética que me inspiraram.

A partir de agora, o novo presidente da ABRASEL em Minas será o meu colega Matheus Daniel, proprietário do Grupo Faria Daniel. Desejo a ele uma ótima gestão e que esta continue voltada ao nosso principal objetivo: tornar o Brasil um país mais fácil de se empreender e melhor para se viver.

Juntos somos mais fortes!

Ricardo Rodrigues – Conselheiro Consultivo ABRASEL-MG e Coordenador da Frente da Gastronomia Mineira

2 visualizações