Vacina, eu confio

Coluna de Ricardo Rodrigues originalmente publicada no site do Jornal Hoje em Dia.


O ano mal começou mas posso dizer seguramente que nessa semana o Brasil recebeu a melhor notícia de 2021. No último domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o uso emergencial de oito milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 — 6 milhões da CoronaVac, produzida no Instituto Butantan, em São Paulo, em parceria com o laboratório chinês Sinovac; e 2 milhões do imunizante da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e da farmacêutica AstraZeneca em parceria com o Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Embora estes primeiros lotes sejam insuficientes para os grupos prioritários (profissionais de saúde, pessoas com mais de 75 anos, idosos em asilo e indígenas), o que quero destacar aqui não é a grave falta de logística do governo federal em atender a população. Isso é assunto, talvez, para outra coluna. Hoje quero pedir a você que não deixe de se vacinar, obviamente quando chegar a sua vez na longa fila de espera que nos aguarda.

A proteção que essas vacinas oferecem é a única medida chancelada pela ciência para conter o coronavírus, que desde o início de 2020 vem devastando vidas, famílias e economias mundo afora.

Por entender a importância da imunização, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) está realizando nas redes sociais uma grande campanha nacional de conscientização em prol das vacinas. Com o slogan: “Vacina: eu confio”, o objetivo é transmitir a consumidores, donos de empresas e funcionários dos estabelecimentos de alimentação fora do lar a ideia de que as doses às quais seremos submetidos são, sobretudo, seguras, confiáveis e eficazes.

Sendo assim, por mais que a imunização não seja obrigatória, entendemos que somente a proteção em massa da população será capaz de deixar esse triste capítulo da nossa história que hoje vivemos, no passado. Além disso a vacina trará mais estabilidade para todos os segmentos da economia, que passa por um momento de indefinição em virtude das idas e vindas nas restrições pelo país.

Agora, mais do que nunca, é preciso que todos estejamos fortemente comprometidos no combate à pandemia. E hoje, agora, só essas vacinas podem nos levar rumo a um futuro menos caótico.

A ABRASEL, inclusive, está disposta a dar o apoio logístico que se fizer necessário, por meio dos bares e restaurantes. São muitos estabelecimentos com condições de colaborar nesse sentido.

Na maioria dos meus textos, sempre digo que juntos somos mais fortes. Hoje percebo que essa frase nunca fez tanto sentido. Ao se vacinar, você não só se protege como permite que, aos poucos, a vida volte ao normal. Vacina é ciência. Ciência é vida. Eu confio. Nós temos que confiar!


Ricardo Rodrigues – Conselheiro Consultivo ABRASEL-MG e Coordenador da Frente da Gastronomia Mineira

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo